Duda Reis diz que sofreu agressão física de Nego do Borel: “Eu apanhava e depois recebia amor”

Escrito por em 13/01/2021

Duda Reis publicou uma série de vídeos nesta quarta-feira (13/01) para dar mais detalhes sobre seu relacionamento com Nego do Borel. Ela afirmou que o cantor vai se pronunciar hoje sobre suas acusações de relacionamento abusivo.

“Não falei metade do que vivi. A primeira estratégia de um abusador é fazer a vítima se passar como louca e é justamente o que ele vai fazer hoje. (…) Ele vai se pronunciar. Ele se juntou a uma advogada criminalista, focada em crimes contra a mulher, que homens realizam”, começou ela.

“Eu era muito manipulada, me ameaçava. Ele dizia que ia mandar matar minha família (…) Me sentia um rato num beco sem saída. Eu sabia de tudo que ele fazia, das coisas ilícitas que ele está envolvido, não cabe a mim falar. Sempre tive medo dele, eu era dependente emocional dele. Ele me passava que nunca na vida ia me querer (…). Eu apanhava e depois recebia amor. Eu passei três anos achando que amor era apanhar e depois receber um beijo. Sofri, sim, agressão física. Teve um episódio que ele me empurrou tão forte que eu caí em cima de cadeiras, que me machuquei. Um amigo dele, uma figura pública, entrou no meio para apartar a briga, para segurar. Isso vai fazer parte de uma das agressões do boletim de ocorrência que estou abrindo contra ele”, continuou Duda.

“Eu não tinha saída na minha cabeça. E, sim, eu tenho saída, eu tenho uma família que ama, seguidores que estão me apoiando, talvez até pessoas burras acreditem na manipulação desse homem. Mulheres, pelo menos normais, sensíveis, vão ter sororidade comigo e vão entender que ele é manipulador. Vocês acham que ele não se manifestou ontem por quê? Porque ele quer juntar coisas contra mim para eu parecer maluca”, disse.

Duda afirmou que Nego do Borel vai alegar que ela traiu ele. “Diz ele que gravou várias conversas minhas com minhas amigas. Eu não podia nem ligar dentro da casa que eu morava. Eu, pelo que entendi, era gravada e espionada. Ainda mais quando eu tinha sessão de terapia.

Duda ainda afirmou que as ações sociais de Nego não passam de uma fachada. “Toda a questão de caridade é mentira. Os vídeos com meninos do sinal… Ele parava de gravar e falava: ‘Odeio pobre, odeio negro. Eles fedem’. Ele é racista com ele mesmo.”

Procurada pela Quem, a assessoria de Nego do Borel ainda não retornou o contato.

FONTE: QUEM


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



Música

No Ar

Artista