Bolsonaro, sobre Carnaval em 2022: “Por mim, não teria”

Escrito por em 25/11/2021

O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta quinta-feira (25/11) que, se dependesse dele, não haveria festas de Carnaval em 2022. Estados e municípios têm se dividido entre manter e cancelar as festividades por conta da pandemia.

“Por mim, não teria Carnaval”, cravou o presidente, em entrevista. “Mas tem um detalhe: quem decide não sou eu. Segundo o Supremo Tribunal Federal, quem decide são os governadores e prefeitos”, ponderou.

“Em fevereiro do ano passado, ainda estava engatinhando a questão da pandemia, pouco se sabia, praticamente não tinha óbito no Brasil, eu declarei emergência e os governadores e prefeitos ignoraram, fizeram Carnaval no Brasil”, relembrou o presidente.

Desde o início da pandemia, Bolsonaro foi criticado por promover aglomerações em motociatas e outras aparições. O presidente costumava aparecer sem máscara em meio à multidão e interagir com o público presente.

Sobre o Carnaval 2022, especialistas divergem. Para alguns, cancelar as festas é uma medida sensata para evitar possíveis curvas de contágio e o surgimento de variantes do coronavírus. Em contrapartida, outros defendem que manter os festejos é possível, desde que seguidos protocolos como a exibição de comprovantes de vacinação e o uso de máscaras.

Na cidade de São Paulo, por exemplo, o evento não foi cancelado até o momento. Já em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) decidiu que o município não irá patrocinar os festejos.

Na maioria das grandes capitais, a situação ainda está indefinida. No Distrito Federal, o cenário é o mesmo: o governador Ibaneis Rocha declarou recentemente que estuda a possibilidade de realizar Carnaval e Réveillon.

FONTE: JORNAL DE BRASÍLIA


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



Música

No Ar

Artista